Após morte em parque, turistas relatam episódios anteriores de risco de acidentes

Após morte em parque, turistas relatam episódios anteriores de risco de acidentes Beach Park  / Divulgação /Divulgação

Toboágua Vainkará tem 30 metros de altura e 158 de comprimento

Foto: Beach Park / Divulgação / Divulgação

Meses antes do acidente que vitimou o radialista Ricardo Hill, 43, nesta segunda-feira (16), turistas já haviam relatado passar por momentos de tensão e ter que furar boias para escapar de acidentes no parque aquático Beach Park, em Fortaleza. De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, em janeiro deste ano um grupo de turistas publicou no site Tripadvisor que passou por um “acidente quase fatal” no local.

Eles relataram que, ao entrarem no brinquedo “Arrepio”, as boias ficaram entaladas, enquanto outras boias eram lançadas do brinquedo, causando uma espécie de engavetamento de boias dentro do toboágua. Segundo os turistas, os salva-vidas não sabiam o que fazer e foi necessário que eles mesmos furassem as boias com os dentes para não ficar sem ar.

Em outra publicação, um homem disse que a primeira pessoa a sair do toboágua após este acidente foi uma mulher que, muito nervosa, afirmou que usou uma chave do armário para furar a boia e liberar a passagem dentro do tubo.

Na ocasião, o Beach Park enviou uma nota ao site confirmando que houve um bloqueio de fluxo de boias que resultou na parada de alguns clientes na metade do percurso de descida do toboágua, mas afirmou que a situação foi solucionada em alguns minutos e não causou danos graves.

Anos antes, em 2001, a turista Fabiana Andrade Ribeiro chocou-se contra uma criança dentro do brinquedo “Maremoto”. Ela teve fraturas, afundamento no rosto e precisou passar por uma cirurgia. Fabiana entrou com uma ação de reparação que tramitou na Justiça do Ceará e foi indenizada, com R$ 45 mil, sendo R$ 25 mil por danos morais e R$ 20 mil por danos estéticos.

 

http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticias/noticia/2018/07/apos-morte-em-parque-turistas-relatam-episodios-anteriores-de-risco-de-acidentes-10507994.html

Digiqole ad

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: