Empresas que possuem programas de compliance estão em vantagem em meio à pandemia, analisa advogada

A pandemia do novo coronavírus colocou o mundo em alerta e, diante dos impactos sociais e econômicos, é preciso se reinventar e buscar soluções para conter a crise. Nesse contexto, as organizações que possuem programas de compliance estão em vantagem sobre as demais, justamente por trazerem instrumentos de gestão ideais para o enfrentamento das consequências geradas pela Covid-19.

A pandemia do novo coronavírus colocou o mundo em alerta e, diante dos impactos sociais e econômicos, é preciso se reinventar e buscar soluções para conter a crise. Nesse contexto, as organizações que possuem programas de compliance estão em vantagem sobre as demais, justamente por trazerem instrumentos de gestão ideais para o enfrentamento das consequências geradas pela Covid-19. É o que alerta a advogada Bruna Piza, especialista em compliance.

Ela explica que o programa de compliance é formado pelo conjunto de mecanismos voltados à disseminação da cultura ética organizacional e à conformidade da empresa frente às exigências normativas inerentes ao seu negócio.

“Trata-se de eficiente ferramenta de gestão que conta com o constante mapeamento dos riscos aos quais a organização encontra-se exposta. Desta forma, para as empresas que possuem o programa de compliance, o enfrentamento à crise desencadeada pela Covid-19 é menos traumático, já que elas estão habituadas a diagnosticar e a tratar riscos que porventura se materializem”, pontua a advogada.

Comitês de crise

Assim, no processo de tomada de decisões em meio à pandemia, o setor de compliance compõe, por exemplo, os denominados “comitês de crise”, responsáveis por controlar a situação. “No gerenciamento da crise, o responsável pelo departamento de compliance auxiliará na construção de medidas de enfrentamento à pandemia de modo que a organização possa reagir da melhor maneira possível a cada elemento da crise”, acrescenta Piza.

Em relação a essas medidas, Bruna Piza destaca algumas: estudo emergencial para adoção da melhor gestão do capital da empresa; correto posicionamento de mercado frente às expectativas do seu público interno e externo; análise e escolha adequada das melhores medidas trabalhistas a serem adotadas junto à sua equipe, considerando as peculiaridades do seu modelo de negócio; análise de contratos firmados, especialmente quanto à sua viabilidade no atual cenário; dentre outras possíveis medidas.

O objetivo, segundo ela, é evitar os danos, contê-los ou, até mesmo, interromper sua evolução, possibilitando o retorno da organização à uma situação de equilíbrio. “São ações necessárias e fundamentais para transformar a realidade da empresa e proporcionar o início do processo de retomada de seu negócio”, finaliza a especialista.

https://www.jornaljurid.com.br/noticias/empresas-que-possuem-programas-de-compliance-estao-em-vantagem-em-meio-a-pandemia-analisa-advogada

Digiqole ad

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: