Estes serão os 30 riscos para os mercados financeiros em 2019

Entre as estimativas dos investidores para o próximo ano está a possibilidade de uma desaceleração da economia na China e na Europa.

Estes serão os 30 riscos para os mercados financeiros em 2019

Aproximamo-nos a passos largos do final do ano e, numa altura que é de balanços, é também hora de fazer previsões e estimativas para o próximo ano. Para os analistas do  Deutsche Bank Global Markets Research há 30 riscos para os mercados financeiros em 2019 que se destacam.

Advertisement

De acordo com o El Economista, entre os 30 possíveis riscos para 2019 está uma desaceleração da economia na China e na Europa.

Tome nota dos riscos: 

  1. Uma série de decisões erradas tomadas pelos algoritmos que gerem as bolsas, que provoquem o descontrolo de determinados ativos capazes de provocar uma catástrofe financeira.
  2. Uma desaceleração do crescimento na Europa e na China que trave a economia norte-americana.
  3. E que faça disparar de forma significativa o dólar
  4. A continuação dos leilões do Tesouro dos EUA e/ou a diminuição das taxas de cobertura
  5. Um aumento na emissão de notas nos EUA que continue a impulsionar o aumento do Libor-OIS a três meses
  6. O aumento das emissões do Tesouro dos EUA provoca uma fuga dos investidores dos ativos com grau de investimento, aqueles com menos risco e menos probabilidade de quebra, a ativos com maior risco.
  7. Custos de cobertura mais baixos que minimizam o apetite europeu e japonês face ao crédito norte-americano.
  8. O fim do programa de flexibilização quantitativa do BCE, que significa menos procura global sobre a renda fixa
  9. E também o travão na política expansiva do Banco do Japão
  10. A inversão da curva dos juros, que tem efeitos negativos na confiança no crédito e nos mercados financeiros
  11. Um maior incremento das recompras mas não nas despesas de capital das empresas pelo corte fiscal
  12. Um potencial impacto nos mercados do ‘shutdown’ da administração nos EUA
  13. Um Brexit ‘duro’ em março, que poderia ser prejudicial para os mercados
  14. Mais para a economia do Reino Unido e, por isso, para o resto da Europa
  15. Uma escalada mais rápida na guerra comercial entre EUA e China
  16. E também entre EUA e Europa
  17. Que a Fed decida ignorar a aceleração das subidas dos salários, o que poderá aumentar a margem de lucros
  18. E penalizar as expectativas sobre a inflação
  19. Uma escalada dos protestos dos coletes amarelos em França
  20. As eleições para o Parlamento Europeu
  21. Uma inflação contínua na bolha imobiliária na Alemanha
  22. A situação orçamental em Itália
  23. Uma queda no preço das casas na Austrália e no Canadá
  24. Uma resposta cada vez menos eficaz da economia chinesa aos estímulos
  25. Um défice da conta corrente na China mais cedo do que as expectativas
  26. Penalização do crescimento japonês por causa da desacelaração da China
  27. Potenciais mudanças políticas em alguns mercados emergentes, como Índia, Argentina, África do Sul e Indonésia
  28. Um aumento contínuo da desigualdade global
  29. Reativação por parte do BCE e da Fed do programa de flexibilização e o aumento dos ativos de risco
  30. Que a política monetária e orçamental perca a capacidade de movimentação e que o mundo experimente um ‘momento Minsky’ – com base na tese do economista Hyman Minsky.

https://www.noticiasaominuto.com/economia/1168326/estes-serao-os-30-riscos-para-os-mercados-financeiros-em-2019

Digiqole ad

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: