Seis em cada 10 transportadoras de cargas têm alto risco de inadimplência, revela estudo inédito da Serasa Experian

Situação das micro e pequenas empresas é mais crítica, com risco acima da média. Recente crise no setor, com a paralisação dos caminhoneiros, evidencia a importância de os contratantes analisarem a situação financeira dessas empresas para evitar impactos negativos aos seus negócios

Segundo estudo inédito da Serasa Experian realizado em junho de 2018, a maioria (56%) das transportadoras de cargas que operam em todo o Brasil apresenta elevado risco financeiro, ou seja, possui alta probabilidade de não pagar as contas em dia nos próximos dozes meses. Com a recente paralisação dos caminhoneiros, que mostrou a relevância do transporte de cargas e a sua capacidade de impactar a economia brasileira, a situação financeira das empresas é um bom indicador para entender o que pode estar por trás da crise enfrentada pelo setor. “Por isso, é fundamental que as contratantes priorizem a análise diária dessas informações com o objetivo de evitar impactos negativos em seus negócios”, afirma o diretor de Gestão de Estratégia da Serasa Experian, Mário Rodrigues.

Resultado de imagem para carga visada

Do total (56%) de transportadoras de cargas com alto risco financeiro, mais da metade (33,9%) inclui empresas já inadimplentes e/ou com processos de recuperação judicial e extrajudicial e falência decretada. Já 16,6% das companhias que fazem esse tipo de transporte possuem médio risco de não honrar as dívidas e 27,4% apresentam baixo risco.

O perfil de alto risco é observado em todos os portes, mas a situação das micro e pequenas empresas (faturamento de até R$ 4 milhões/ano) é mais crítica, com probabilidade elevada acima da média geral (59%). Na sequência, com 55% aparecem as médias (faturamento de até R$ 50 milhões/ano) e com 38%, as grandes companhias (faturamento acima de R$ 200 milhões/ano).

“As micro e pequenas empresas representam a maioria deste segmento e infelizmente estão sempre mais suscetíveis às oscilações econômicas, por isso, merecem atenção especial, visto que são parceiros fundamentais para assegurar a vascularidade necessária para o escoamento das cargas no país”, diz Rodrigues.

O estudo da Serasa Experian evidencia a gestão dos riscos financeiros como uma prática que contribui para tomadas de decisão mais corretas e sustentáveis na hora de avaliar e contratar parceiros comerciais. “Os resultados apontaram o quanto é essencial dispor de dados que ajudem empresas que dependem do transporte de cargas a mitigar impactos que esse tipo de serviço possa gerar em seus negócios, e ao mesmo tempo promover o uso consciente do crédito para reverter vulnerabilidades e trazer aprimoramento gerencial a um setor vital para todas as cadeias produtivas do mercado”, ressalta o diretor de Gestão de Estratégia da Serasa Experian.

Serviço da Serasa ajuda na avaliação de fornecedores

Tanto para identificar riscos financeiros ou reputacionais como para encontrar parceiros comerciais que possam agregar valor aos processos, a área de compras tornou-se estratégica para as empresas. Para aportar mais precisão nessa etapa de escolha e gestão de fornecedores, a Serasa Experian disponibiliza o Serasa Fornecedor, solução digital que une compradores e fornecedores para alavancar negócios com mais segurança. O portal (www.serasafornecedor.com.br) permite que compradores tenham acesso às informações completas sobre a saúde financeira e riscos de seus fornecedores.

Por outro lado, os fornecedores participantes do portal também contam com benefícios exclusivos como conhecer como estão sendo avaliados no mercado, permitindo construir planos de ação mais corretos para melhorar a situação financeira e também alavancar negócios.

“A solução vem incorporar uma perspectiva diferente e importante na avaliação e gestão de fornecedores que até então era, muitas vezes, ignorada pelas áreas de Suprimentos, mas que o próprio mercado já vinha sinalizando a necessidade de termos soluções para esse nicho”, acrescenta Rodrigues.

Metodologia do estudo

O estudo foi realizado com base na análise de risco de crédito de uma amostra composta por 4.065 empresas de transporte de cargas de todo país que atendem diversos segmentos de mercado, tais como serviços, construção civil, bens de consumo, varejo, mineração, metalurgia e agronegócio. O modelo de risco mede a probabilidade de uma empresa não fazer o pagamento de uma dívida num horizonte de 12 meses, assim como a companhia que já está em situação de inadimplência, recuperação judicial, extrajudicial ou falência decretada. A classe de risco vai de 01 a 22: de 01 até 11 é considerada baixo; médio entre 12 e 15 e alto risco para a empresa que está entre 16 e 22.

Você também lê esta notícia no site http://www.serasaexperian.com.br/sala-de-imprensa e Twitter @SerasaImprensa

Serasa Experian

A Serasa Experian é líder na América Latina em serviços de informações para apoio na tomada de decisões das empresas. No Brasil, é sinônimo de solução para todas as etapas do ciclo de negócios, desde a prospecção até a cobrança, oferecendo às organizações as melhores ferramentas. Com profundo conhecimento do mercado brasileiro, conjuga a força e a tradição do nome Serasa com a liderança mundial da Experian. Criada em 1968, uniu-se à Experian Company em 2007. Responde on-line/real-time a 6 milhões de consultas por dia, auxiliando 500 mil clientes diretos e indiretos a tomar a melhor decisão em qualquer etapa de negócio.

Constantemente orientada para soluções inovadoras, a Serasa Experian vem contribuindo para a transformação do mercado de soluções de informação, com a incorporação contínua dos mais avançados recursos de inteligência e tecnologia.

Para mais informações, visite http://www.serasaexperian.com.br

Experian

A Experian é líder mundial em serviços de informação. Nos grandes momentos da vida – desde comprar um carro, passando por mandar seu filho para a faculdade, até a crescer o negócio se conectando com novos clientes – nós empoderamos consumidores e empresas a gerenciarem seus dados com confiança. Nós ajudamos as pessoas a tomarem o controle de suas vidas e acessarem serviços financeiros, os negócios a tomarem decisões mais inteligentes e prosperarem, os credores a emprestarem de forma mais responsável e as organizações a prevenirem fraude de identidade e crime.

Empregamos cerca de 16.500 pessoas em 37 países e a cada dia estamos investindo em novas tecnologias, profissionais talentosos e inovação para ajudar todos os clientes a maximizarem cada oportunidade. A Experian plc está listada na Bolsa de Valores de Londres (EXPN) e compõe o índice FTSE 100.

Digiqole ad

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: