Teria sido possível prever ou se preparar para a pandemia?

Os governos, instituições ou as empresas poderiam ter previsto ou se preparado para a pandemia de Covid-19? Segundo o analista do Portal da Gestão de Riscos, Nélson Ricardo Fernandes, ela poderia sim ter sido prevista. Mesmo assim, dificilmente medidas de preparação seriam tomadas.

Para se ter ideia, o Departamento de Saúde dos Estados Unidos realizou ainda em 2019 uma simulação de uma pandemia – chamado de “Crimson Contagion”.

Teria sido possível prever ou se preparar para a pandemia?
Profissionais de RH devem deixar tarefas do dia a dia e pensar em estratégia

O exercício previa que um tipo de gripe bastante contagioso surgia na China e se espalhava pelo mundo. Só nos Estados Unidos, calculava-se 568 mil mortes.

Segundo Fernandes, o fato da pandemia ter sido prevista, mas poucas medidas terem sido tomadas é explicada pela natureza da atividade de gestão de riscos.
Segundo ele, o maior entrave é a percepção humana.

“Eu acho que poderia ter tido uma preparação um pouco maior, mas eu não sei se a sociedade ia querer essa preparação”, disse. Ele usou a realidade brasileira como exemplo.

“Você com zero casos de morte, você acha que conseguiria proibir o Carnaval? Acho que não seria efetivo.”

De acordo com ele, mesmo quando um risco é previsto há um longo caminho entre ele entrar na lista de prioridades dos gestores e eles convencerem seus colaboradores a tomar medidas em conjunto.

Veja no vídeo acima a análise completa.

Digiqole ad

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: